Para criar um perfil de leitor, diagnosticando também suas preferências e conhecimentos prévios, sugerimos o seguinte questionário:

1) Você gosta de ler? De 0 a 10, qual o seu nível de apreço pela leitura?
2) Quantos livros você leu neste ano até agora?
3) Qual(is) o(s) seu(s) livro(s) favorito(s)?
4) Qual seu gênero literário favorito (romance, conto, crônica…)?
5) Como você explicaria a importância da leitura para sua aprendizagem?
6) Qual suporte de leitura você usa mais (livro impresso, tablet, celular, notebook…)?
7) Você costuma ganhar ou comprar livros?
8) Você faz uso do acervo da biblioteca escolar? Com que frequência?
9) Você frequenta outras bibliotecas ou livrarias da cidade? Quais?
10) Que outros tipos de leitura para além do livro vocês faz (filmes, seriados, redes sociais…)?
11) Você costuma assistir a adaptações fílmicas de livros? Se sim, antes ou depois de ler o livro?
12) Qual a sua opinião sobre a literatura geralmente estudada na escola?

As respostas podem ser utilizadas da seguinte forma:
a) para você conhecer melhor seu próprio perfil, refletir sobre ele e tomar decisões: seja ler mais, ler outros tipos de gêneros e de livros, frequentar mais espaços de leitura, abrir sua perspectiva de leitura para além do livro impresso, observar com mais cuidado como a literatura é vista na escola e dialogar com o seu professor sobre isso.
b) para o professor conhecer melhor seu aluno e tomar decisões sobre escolhas de livros, gêneros, suportes para leituras, entre outras. Sugerimos uma roda de conversa sobre as predominâncias nas respostas dos alunos, que podem ser organizadas em gráfico para apresentar à turma. Debatam sobre os resultados e sobre o que pode ser feito como ações em relação ao que se percebe desse perfil.
Como proposta final, pode-se escolher um livro para todos lerem e, dentro de um prazo, fazerem uma discussão sobre ele e atividades a partir do tema.

Ficha de leitura:

Durante a leitura, além dos dados básicos da obra (autor, título, editora e ano de publicação) é importante manter um registro das características da obra: enredo, tempo, espaço, clímax, desfecho (no caso de narrativas), tema, ponto de vista, tese, argumentos (em textos dissertativo-argumentativos), características estilísticas e literárias, estrutura dos versos e estrofes (poemas). Também é importante observar recursos linguísticos, ler “estranhando”, para testar regras que já conhece e aprender novas : vocabulário, ortografia, recursos gramaticais, coesão e coerência, entre outros.

Por: Daniervelin Pereira.

(Se você utilizou este REA ou o adaptou para seu interesse, conte aqui como foi e compartilhe sua adaptação)

Licença Creative Commons
Perfil de leitor de REALPTL está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional.