Já se perguntou por que aquela história que você ouviu quando criança ainda permanece viva em sua memória contrapondo-se a uma aula que você assistiu há alguns instantes e pouco se lembra dela? Pois bem, talvez a resposta esteja na forma como ambas narrativas foram transmitidas. As narrativas quando contadas de um modo que prenda a nossa atenção são capazes de potencializar a memorização e influenciar no aprendizado.

Hoje as narrativas também podem circular no meio digital tornando-se ainda mais atrativas.

Para melhor entendermos o que são narrativas ou relatos digitais, observe o que Maddalena; Sevilla (2014, p. 253) dizem sobre o tema:

Un relato digital puede ser entendido, pues, como una pequeña película resultante de la combinación de una narración oral y contenido digital, como pueden ser imágenes, vídeo y sonido, cuyo rasgo distintivo es, con frecuencia, el componente emocional. Por otra parte, la complejidad de cada relato digital varía, que en dicha categoría se incluyen desde relatos más básicos –compuestos por diapositivas acompañadas de música, junto con la voz de un narrador– hasta producciones más complejas, con efectos especiales, visuales y sonoros, los cuales pueden llegar a ser de una elevada calidad. En cuanto al contenido, puede ser histórico, reflexivo, persuasivo y didáctico. Además, como herramienta pedagógica, el relato digital puede utilizarse prácticamente en cualquier área de conocimiento.

Apresentamos uma narrativa produzida como exemplo para a produção de outras narrativas digitais. Assista acessando o link: https://youtu.be/15EEJPq2ZbA

Esse REA foi criado com um software não livre, mas permite o compartilhamento na internet. O Animaker (https://www.animaker.co/) é um software para a criação de vídeos para serem salvos na nuvem com restrições para o serviço gratuito, mas com muitas funcionalidades.

Para começar:

  1. Crie uma conta.
  2. Em seguida, idealize o seu projeto, o tema, a história que você irá contar.
  3. Agora escolha as personagens ou a personagem que irá narrar, como também o(s) cenário(s), objeto(s), texto(s). O software usado tem várias opções.
  4. Grave a sua narrativa, no caso apresentado aqui foi gravado um relato pessoal porque era a proposta da atividade. A opção para gravar é disponível no software, como também a adição de imagens e sons da sua biblioteca pessoal.
  5. Narrativa gravada é hora de inseri-la a sua história. Os áudios podem ser inseridos em todas as cenas, ou você também pode gravar por partes aí é só ir inserindo.
  6. Para ficar ainda melhor, insira uma trilha sonora em toda a narrativa.

O Animeker ainda permite que você insira efeitos especiais, objetos, a transição entre as cenas, o tempo entre outras funções.

Depois é só salvar, baixar ou compartilhar em uma das opções de compartilhamento.

Há outros software com licença livre que você pode baixar no seu computador, fazer as produções e depois usar e dinamizar as suas aulas como, o Cheese, o Kazam e o Vokoscreen.

Agora é com você!

Referência

MADDALENA, Tania Lucía. PAVÓN, Ana Sevilla. EL RELATO DIGITAL COMO PROPUESTA PEDAGÓGICA EN LA FORMACIÓN CONTINUA DE PROFESORES. REVISTA IBEROAMERICANA DE EDUCACIÓN. N.º 65 (2014), pp. 149-160 (ISSN: 1022-6508) – OEI/CAEU). Disponible: https://rieoei.org/historico/documentos/rie65a09.pdf f

Por: Elaine Teixeira.

(Se você utilizou este REA ou o adaptou para seu interesse, conte aqui como foi e compartilhe sua adaptação)

Licença Creative Commons


Produzindo uma narrativa digital de REALPTL está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional.